A Associação PODE vem desenvolvendo um trabalho de grande importância para crianças e adolescentes deficientes de Pesqueira e cidades circunvizinhas. A PODE surgiu com a proposta de dar um apoio psico-pedagógico-terapêutico as pessoas com deficiência, na habilitação, reabilitação e assistência as famílias, querendo integrá-los a sociedade, mostrando que são capazes de viver, contribuir e participar como cidadãos e não segregados e excluídos. É aqui que está o grande desafio, reconhecer e acolher a todas as diferenças, derrubando barreiras, vencendo preconceitos, buscando a protagonização, inclusão social e educação da pessoa com deficiência. A instituição atende à diversos tipos de patologias, tais como: Lesão Cerebral, Hidrocefalia, Microcefalia, Distrofia Muscular, Mielomeningocele, Síndrome de Down, Síndrome de West, Síndrome de Pierre Roubien, Síndrome de Moebius, Autismo, Deficiência Intelectual, etc. É um serviço realizado com amor e respeito, onde ressaltamos o ser humano e não sua deficiência, advindo daí uma atmosfera de muito carinho e calor humano sentidos por todos os que nos visitam. A família também está muito integrada junto à equipe de trabalho, sua presença é de suma importância para a reabilitação e habilitação de seus filhos, onde temos a certeza de que o melhor desempenho depende do apoio, ajuda e credibilidade que a família integrada ao nosso trabalho pode representar.

Em 2013, acasa Escola de Saúde Pe. Fausto Ferraz está atendendo 205 crianças e adolescentes oferecendo os seguintes serviços:

ESTIMULAÇÃO
ESSENCIAL

Para crianças de 0 a 4 anos de idade com comprometimento neurológico (Lesão Cerebral). Trabalha-se a parte sensorial e motora primária como o arrastar, engatinhar e andar.

MOBILIDADE

Para crianças e adolescentes com maior comprometimento mental e físico, intensificando-se a estimulação neurológica e fisioterapêutica para alcançar maior autonomia dos mesmos.

SENSÓRIO
MOTOR 1

Para crianças comprometidas mentalmente e com idade que varia de 2 e 4 anos. É, sobretudo, um trabalho educativo para a inclusão dessas crianças na escola regular.


SENSÓRIO
MOTOR 2

Área de estimulação que atende crianças de 05 à 10 anos com diversas patologias, tendo o acompanhamento de uma psicopedagoga que busca desenvolver nas crianças habilidades para leitura, escrita e matemática, utilizando material didático pedagógico, desenvolvendo atividades que estimulam diante de quadros de muita dificuldade de aprendizagem.

ARTE
TERAPIA

Para adolescentes e jovens com maior autonomia, onde se trabalha pintura, desenhos, esporte, música, recreação, bijuteria. Objetiva-se com esse trabalho dar-lhes maior autonomia e independência.

ÁREA
MULTIDISCIPLINAR

Composta de técnico-profissionais, como: Fisioterapeutas, Fonoaudióloga, Psicóloga. São eles que realizam terapias, acompanhamento familiar e avaliação terapêutica, projetando planos terapêuticos individuais e em grupo, objetivando maior independência por parte das crianças, visando sua reabilitação e autonomia, proporcionando-lhes uma melhor qualidade de vida. A equipe multidisciplinar também faz encaminhamentos para especialistas quando necessário advindo daí parcerias importantes e necessárias para o melhor atendimento e acesso às consultas.

INFORMÁTICA

Busca a interação das crianças no mundo digital, fazendo com que conheçam e participem da era virtual, tornando-os participativos e inclusos nos progressos educativos.


MUSICALIZAÇÃO

Desenvolvida em todas as áreas, tenta-se despertar de maneira lúdica a construção do conhecimento musical, cujo principal objetivo é despertar e desenvolver o gosto pela música, estimulando e contribuindo com a formação global do ser humano.

AUDIOLOGIA

Triagem auditiva neonatal é a denominação dada aos testes realizados em recém-nascidos com o intuito de detectar perdas auditivas e que popularmente é conhecido como “Teste da Orelhinha”.

    Os testes de triagem auditiva neonatal servem para reconhecer o mais precocemente possível estas perdas auditivas para uma melhor qualidade de vida. A Associação PODE realiza esses procedimentos em parceria com o SUS. Além do Teste da Orelhinha também são realizados audiometria tonal e vocal e Imitanciometria.

HIDROTERAPIA

Tratamento terapêutico e de reabilitação, propiciando maior relaxamento e melhoria da postura, do equilíbrio e estimulando a sensibilidade tátil e proprioceptiva.

RECREAÇÃO
AQUÁTICA

São atividades recreativas realizadas na piscina com trabalhos em grupo, estimulando o sentido do companheirismo, do respeito pelas limitações do próximo e evidenciando a importância das parcerias e da ajuda mútua.